Guia de boas práticas ambientais

Resíduos

  • Sempre que possível, transporte os resíduos até ao Ecoponto num saco que possa ser reutilizado para esta função.
  • Caso se encontre cheio, não coloque os resíduos no chão junto ao Ecoponto. Procure outro nas proximidades ou volte mais tarde.
  • Em caso de dúvida sobre qual o Ecoponto correto, procure essa indicação no rótulo da embalagem.
  • Nas divisões com envidraçados, aproveite ao máximo a luz natural para evitar ter de recorrer tanto à iluminação artificial: não só é gratuita como mais amiga do ambiente.
  • Utilize cores claras no interior da sua casa para que a luz natural e artificial seja mais facilmente refletida.
  • Não deixe as luzes ligadas quando não forem necessárias.
  • Instale detectores de presença que desligam as luzes assim que as divisões são desocupadas.
  • Não utilize lâmpadas com potência excessiva. Selecione iluminação adequada às necessidades do local e ao tipo de utilização pretendida.
  • Na compra de um candeeiro, é importante escolher um que não tenha muitos obstáculos à passagem da luz, pois estes obrigam ao uso de lâmpadas de maior potência, aumentando o consumo de energia.
  • Manuseie as lâmpadas sempre pelo casquilho, pois ao tocar no bolbo (ou tubos) acaba por deixar resíduos que com o calor escurecem, fazendo com que se perca alguma emissão de luz.
  • Mantenha as lâmpadas e os globos ou protetores de lâmpadas bem limpos para que a energia gasta seja aproveitada na totalidade. Lâmpadas limpas gastam menos energia.
  • Se pensa que a lâmpada está fraca e precisa de ser substituída, experimente primeiro limpá-la. O pó que se acumula nas lâmpadas reduz a luz que estas emitem, dando a ideia de que já não estão a funcionar devidamente.
  • Antes de selecionar uma lâmpada fluorescente compacta ou LED, verifique se esta é a adequada para substituir a iluminação existente.

Iluminação – conselhos

  • Nas divisões com envidraçados, aproveite ao máximo a luz natural para evitar ter de recorrer tanto à iluminação artificial: não só é gratuita como mais amiga do ambiente.
  • Utilize cores claras no interior da sua casa para que a luz natural e artificial seja mais facilmente refletida.
  • Não deixe as luzes ligadas quando não forem necessárias.
  • Instale detectores de presença que desligam as luzes assim que as divisões são desocupadas.
  • Não utilize lâmpadas com potência excessiva. Selecione iluminação adequada às necessidades do local e ao tipo de utilização pretendida.
  • Na compra de um candeeiro, é importante escolher um que não tenha muitos obstáculos à passagem da luz, pois estes obrigam ao uso de lâmpadas de maior potência, aumentando o consumo de energia.
  • Manuseie as lâmpadas sempre pelo casquilho, pois ao tocar no bolbo (ou tubos) acaba por deixar resíduos que com o calor escurecem, fazendo com que se perca alguma emissão de luz.
  • Mantenha as lâmpadas e os globos ou protetores de lâmpadas bem limpos para que a energia gasta seja aproveitada na totalidade. Lâmpadas limpas gastam menos energia.
  • Se pensa que a lâmpada está fraca e precisa de ser substituída, experimente primeiro limpá-la. O pó que se acumula nas lâmpadas reduz a luz que estas emitem, dando a ideia de que já não estão a funcionar devidamente.
  • Antes de selecionar uma lâmpada fluorescente compacta ou LED, verifique se esta é a adequada para substituir a iluminação existente.

©Todos os direitos reservados | Câmara Municipal de Valpaços, Praça do Município, 5430-482 Valpaços | 278 710 130 | municipio@valpacos.pt