Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo
  • Youtube
  • Issuu
  • RSS feed

11 mil insectos na Luta contra a praga da vespa do castanheiro

Largadas2018 1 1024 2500
Img 9746copy 1 1024 2500
Img 9765 copy 1 1024 2500
20180524 092419 1 1024 2500
20180524 082938 1 1024 2500 1 1024 2500
20180523 080029 0  1 1024 2500 1 1024 2500
Img 0556 1 1024 2500
07 Junho 2018

 O Município de Valpaços tem feito tudo o que está ao seu alcance para minimizar os impactos da praga da vespa do castanheiro e, sobretudo, travar a sua disseminação. Só nas duas últimas semanas foram efectuadas 88 largadas do insecto parasita que combate a vespa, num total de 11 mil insectos, um investimento a rondar os 20 mil euros.

 Acções de sensibilização, técnicos no terreno e disponibilidade de meios técnicos e financeiros a expensas do Município de Valpaços. Foram e continuam a ser as armas de luta que está a ser levada a cabo numa parceria entre a Associação Nacional da Castanha - RefCast, Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Município de Valpaços e ARATM – Associação Regional de Agricultores das Terras de Montenegro.

Terminou a época 2018, em que foram efectuadas 88 largadas do insecto parasita que combate a vespa das galhas do castanheiro. Ao todo foram largados no concelho cerca de 11 mil insectos, que abrangeram todas as localidades do concelho onde se produz castanha. Bouçoães, Lebução, Fiães e Nozelos, Tinhela e Alvarelhos, Ervões, Friões, Santiago da Ribeira de Alhariz, Serapicos, Argeriz, S. João da Corveira, Padrela, Santa Maria de Émeres e Vales foram as freguesias alvo de intervenção.

Dada a importância da produção de castanha para a economia do concelho, o Município Valpacense não tem poupado esforços para travar a praga. Juntamente com as juntas de freguesia tem constituído equipas de prevenção para continuar a vistoriar os soutos com o objetivo de retirar o material contaminado dos castanheiros e impedir a sua propagação.

A luta biológica consiste na largada dos parasitóides 'Torymus sinensis', insetos que se alimentam das larvas que estão nas árvores e são capazes de exterminar a vespa.