Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo
  • Youtube
  • Issuu
  • RSS feed

“Aldeia segura”, “Pessoas seguras” apresentado na autarquia

Img 0913 1 1024 2500
Img 0939 1 1024 2500
14 Junho 2018

 A iniciativa que pretende aumentar a proteção das populações contra os incêndios florestais foi apresentada esta terça-feira, 12 de Junho, no salão nobre da Câmara Municipal de Valpaços.

 

A acção foi coordenada entre o Vice-Presidente do Município de Valpaços, António Medeiros, e o Gabinete de Protecção Civil e resulta de um protocolo de colaboração entre a Autoridade Nacional de Protecção Civil, Associação Nacional de Municípios Portugueses e Associação Nacional de Freguesias.

A corrida contra o tempo para aumentar a prevenção contra os incêndios florestais não para e o programa “Aldeia segura”, “Pessoas seguras” tem como objetivos “incentivar à participação das populações e reforçar a consciência da responsabilidade partilhada, contribuir para a salvaguarda de pessoas e bens e implementar estratégias de proteção para aglomerados populacionais”.

O programa, destinado a todo o país, mas com foco nos 189 municípios com freguesias de risco no âmbito da defesa da floresta contra incêndios, tem como eixos estratégicos a gestão de combustível, o plano de evacuação de aldeias e uma campanha de sensibilização para prevenção de comportamentos de risco e medidas de autoprotecção.

Neste sentido, será criada a função de “oficial de segurança da aldeia”, que terá como missão alertar a população, fazer ações de sensibilização junto da mesma e organizar a evacuação caso tal seja necessário, com a sinalização de caminhos e definição de locais de refúgio nas aldeias.

Pela sua natureza, o programa reforça a necessidade de conjugação de esforços entre o Poder Central e o Poder local.

Estiveram presentes na sessão representantes das freguesias de Bouçoães, Lebução, Fiães e Nozelos, Santa Valha e Vales, o Comandante do Posto da GNR de Valpaços, Manuel Carlos Camilo e os Comandantes dos Bombeiros de Valpaços e Carrazedo de Montenegro, Luís Nogueira e João Sousa, respectivamente.

Para o Vice-Presidente, António Medeiros, “os Municípios e as Juntas de Freguesia, pelas suas competências em matéria de proteção civil e pela maior proximidade aos cidadãos, têm um papel importantíssimo na mobilização das comunidades locais, fortalecendo relações de confiança e estimulando a participação da população”. No mesmo sentido, o responsável pelo pelouro da protecção civil da autarquia, defende que “o papel dos cidadãos, em particular dos oficiais de Segurança Local, é fundamental para assegurar o envolvimento da comunidade, dando força ao lema “todos somos proteção civil”.

Da reunião ficou já agendado o local para a realização de um 1.º Teste ao Plano de evacuação de aglomerados, que se realizará na freguesia de Santa Valha.