Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo
  • Youtube
  • Issuu
  • RSS feed

Mais de 300 pessoas comemoraram os 12 anos de Afectos

2 1 1024 2500
3 1 1024 2500
4 1 1024 2500
5 1 1024 2500
6 1 1024 2500
08 Novembro 2018

Esta quarta-feira, 7 de Novembro, a família Afectos reuniu-se para comemorar os 12 anos do projecto. O Presidente da Câmara Municipal de Valpaços, Amílcar Almeida, fez questão de marcar presença e felicitar todos os que lhe dão vida.

 

O Projecto Afectos nasceu em 2007 e “já mudou a vida de muitos”, como os próprios participantes fazem questão de dizer. Sob a tutela da Câmara Municipal de Valpaços, o “Afectos” ganhou vida e expressão e tem ganho cada vez mais admiradores e idosos que não se querem render à solidão.

Em dia de festa, o grupo de mais de 300 pessoas participou num lanche convívio, onde não faltou o bolo de aniversário e o bailarico, acompanhado sempre da alegria e animação dos idosos.

A iniciativa da autarquia que tem crescido ao longo dos anos foi elogiada por parte do Presidente da Câmara Municipal de Valpaços, Amílcar Almeida, que fez questão de marcar presença no momento festivo, tal como vários presidentes de junta.

“É um projecto que muito nos orgulha e hoje além de salientar quem dele faz parte, técnicos e participantes, quero dar uma palavra especial às voluntárias que dedicam parte do seu tempo aos Afectos”, referiu o edil em dia de comemoração, acrescentando, “queremos continuar a crescer e a fazer mais e melhor”.

No início, o projecto, que pretende combater, sobretudo, o isolamento social numa altura em que “os laços de vizinhança são cada vez mais fracos e a entreajuda não tem o significado de outros tempos”, apoiava 60 idosos nos quatro primeiros núcleos, localizados em Lebução, Veiga de Lila, Carrazedo de Montenegro e Valpaços.

Hoje, o "Afectos" acolhe 340 idosos e alargou-se a 51 localidades do concelho, num total de 21 freguesias abrangidas.

Uma equipa composta por técnicos e voluntários promove diariamente aulas de ginástica e animação lúdico-recreativa, desenvolvendo sessões trabalhos manuais, dinâmicas de grupo, terapia do riso, sessões de informação, etc.

Mensalmente, são proporcionadas novas experiências aos idosos, nomeadamente passeios, caminhadas e visitas a instituições, passando por acções de sensibilização sobre diversas temáticas.