Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo
  • Youtube
  • Issuu
  • RSS feed

Luta contra a praga da vespa do castanheiro continua

Luta contra a praga da vespa do castanheiro continua
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
15 Maio 2018

A luta biológica que está a ser levada a cabo numa parceria entre a Associação Nacional da Castanha - RefCast, Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Município de Valpaços e ARATM, recomeçou na passada segunda-feira, na freguesia de Friões.

 

Á semelhança de anos transactos decorreu, no passado dia 14 de Maio, na localidade de Friões, no concelho valpacense, uma largada de parasitóides para combater a vespa das galhas do castanheiro.

A acção, que irá decorrer em mais localidades do Concelho, foi presenciada pelo vice-presidente do Município, António Medeiros, que faz questão de acompanhar de perto os trabalhos do Presidente da RefCast, José Gomes Laranjo, dos técnicos da DRAPN - Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, bem como por Filipe Pereira, da ARATM – Associação Regional de Agricultores das Terras de Montenegro.

Recorde-se que o Município de Valpaços já promoveu várias acções de sensibilização para tentar minimizar os impactos do problema. No entender de António medeiros, “esta luta é uma prioridade dada a importância da produção de castanha para a economia do concelho”.

José Gomes Laranjo, que é também investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), referiu que as largadas têm de ser feitas quando as galhas dos castanheiros já estão formadas, por isso este ano as acções, que fazem parte de um plano de acção nacional para controlo e combate da vespa das galhas do castanheiro, devido às condições climatéricas, foram adiadas para mais tarde.

A luta biológica consiste na largada dos parasitóides 'Torymus sinensis', insetos que se alimentam das larvas que estão nas árvores e são capazes de exterminar a vespa, e será realizada brevemente noutras freguesias do concelho valpacense.

A Câmara Municipal de Valpaços não descuida do problema e juntamente com as juntas de freguesia tem constituído equipas de prevenção para continuar a vistoriar os soutos com o objetivo de retirar o material contaminado dos castanheiros e impedir a sua propagação.