Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo
  • Youtube
  • Issuu
  • RSS feed

“Cartas Seguras” premeia duas escolas do concelho de Valpaços

 “Cartas Seguras” premeia duas escolas do concelho de Valpaços
13 Maio 2019

Enquadrada no Projeto de Educação Financeira “No Poupar Está o Ganho”, da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, a iniciativa visa promover a sensibilização das gerações mais novas para a importância do seguro na vida quotidiana.

  

Este ano, a iniciativa que vai na 9.ª edição do projeto de Educação Financeira “No Poupar Está o Ganho”, lançou o desafio “Cartas Seguras” e distinguiu a turma do 3.ºA da Escola Básica de Valpaços, sendo o professor titular Carlos Taveira, e a turma do 3.º ano da Escola Básica de Carrazedo de Montenegro, sendo a professora titular Maria Helena Morais, entre várias escolas do norte do país.

A iniciativa teve como objetivo promover, de forma criativa, a sensibilização das gerações mais novas em relação à importância do seguro e da educação financeira, para antecipar e minorar as situações de risco na vida quotidiana.

O júri deste desafio reconheceu sete escolas, de entre mais de 30 propostas recebidas, que deram origem à produção de dois baralhos de cartas com ilustrações e mensagens provenientes dos diferentes trabalhos apresentados pelas turmas vencedoras.

“Cartas Seguras” é uma das várias iniciativas da Associação Portuguesa de Seguradores, no âmbito do seu programa de educação financeira, para incentivar os jovens para o tema dos seguros e, de forma lúdica, promover a aprendizagem sobre o valor social do Seguro bem como a sua importância no contexto de entidades singulares e coletivas.

No culminar do projecto, realizou-se na semana passada, no Porto, uma sessão para as escolas vencedoras do desafio “Cartas Seguras”, uma iniciativa conjunta da Associação Portuguesa de Seguradores (APS) e da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda (FACM) dirigida às escolas do ensino básico da região Norte do país. O evento contou com a presença de José Galamba de Oliveira, Presidente da APS; Maria Amélia Cupertino de Miranda, Presidente da FACM; José Figueiredo Almaça, Presidente da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões; Isabel Alçada, co-autora dos livros infanto-juvenis de educação financeira da APS; e Irene Tomé, do CITI - Centro de Investigação para Tecnologias Interativas.